Quando Alguém Vai Embora

De repente tudo que havia sido planejado se desmancha como papel tomado por água.
Como assim? O caminho se divide e você não sabe se para ou continua, mas quando percebe o que está acontecendo, segue em frente. Não importa o que façamos, quando chega a hora partimos sem nos despedir, deixando esse trabalho pra quem fica.partida

Quando a morte chega inesperadamente, que ainda está vivo tem duas opções: Ou vivemos regidos por um medo sem fim ou nos jogamos na vida sem se preocupar se no momento seguinte estaremos presentes ou não.  Quando alguém do nosso convívio morre, ou melhor dizer, quando alguém que muito gostamos e prezamos morre, é o momento de parar e avaliar.

Estamos cegos, seguindo um fluxo sem saber por quê ou vivemos regidos pelo que acreditamos, mesmo sendo um tanto quanto difícil e, à primeira vista, “coisa de maluco”?

Semana passada não tinha tempo para conversar, até que uma grande amiga, alguém que muito estimava, morreu. Em menos de seis horas arranjei tempo para viajar. Fui de um estado ao outro, me despedi, reencontrei e retornei.

Após o susto e a tristeza, ficou a pergunta: O que estou fazendo da minha vida? Não significa que agora sairei por aí abraçando e distribuindo flores rssss, mas é necessário saber por quê permanecemos vivos e em movimento dia após dia. Por quê faço o que faço? O que espero disso tudo e talvez o mais importante, se o que faço é devido algo que existe dentro de mim e que não sei explicar, pelo qual acordo e durmo, respiro e sonho, atravessando furiosamente todas as possibilidades de uma vida mais prática e rentável.

Dinheiro é importante. Eu quero muito e o mais rápido possível. Mas sabendo que podemos morrer a qualquer momento e obviamente este dia há de chegar, então porquê evitar nossos sonhos e desejos?

Uma faculdade é mais palpável que um sonho?
Um casamento é mais seguro que o mundo existente do lado de fora da sua casa?
Não existe um caminho pré determinado, uma regra que não seja a sinceridade consigo. Já inventamos o espelho, que mostra, sem piedade, como nos encontramos. Talvez esteja na hora de descobrir algo que mostre o que verdadeiramente nos deixa feliz mas que por uma razão ou outra, deixamos de lado.

Antes que chegue nosso momento…

Pode ser agora…

Se sua vida acabasse agora, você morreria feliz sabendo que estava rumo ao que te deixa feliz? Ou somente pagando as contas?

Ao som de Legião Urbana – Índios

(Visited 241 times, 1 visits today)
Please follow and like us:

Você pode gostar...

Comentários no Facebook